Pirineus

Resumo:
7 horas Albergue Orisson – Roncesvalles
Gastos: 6€ albergue + 2,20€ para lavar e secar a roupa no próprio albergue + 4€ por 1:20 h na internet + 9€ jantar (menu peregrino)
Acontecimento: Neve pela primeira vez!
Dica: Protetor labial, luva impermeável, boa capa de chuva

Acordei as 6:30. Tudo bem que já estava acordada, mas um sem noção resolveu colocar despertador, me poupe! Acordei sem dores! E olhe que, pelas subidas medonhas, achei que as pernas iam doer, bem como as costas pela mochila estar mais pesada no que no dia do teste, mas NADA, graças a Deus!

A raspadinha do céu

Depois do café comecei minha sumida. Tive a certeza de como foi bom ter optado por fazer uma parte antes. Pense em tudo quanto é tipo de terreno, clima, tudo junto. Devo confessar, a minha emoção maior do dia: vi, peguei e fui coberta por neve, yes!!! Quando começou a nevar fiquei na dúvida porque não tinha nada no terreno. Foi engraçado, eu pensando em como ia explicar o que tinha sido aquilo aqui no blog já que não era chuva nem granizo, minha definição seria raspadinha hehehe, mas depois eu vi campo braquinho e tudo mais. Na verdade caiu de um tudo do céu: chuva, geada, granizo (mini, mas caiu) e neve.
Hoje tive a companhia de vário peregrinos durante o caminho. Passava uns, era passada por outros e acabei só conversando mesmo com uma australiana, Stephanie que também está fazendo o caminho pela primeira vez. No meio do caminho, durante a nevasca, dei a capa de chuva provisória que tinha trazido do Brasil para uma menina. Fiquei besta como, não só ela, mas uma galera estava sem capa de chuva tanto na mochila como para si, e olhe que depois choveu forte até. Enfim, dicas do dia: capa de chuva, bastão (se soubesse que a descida para Roncesvalles estaria como estava teria comprado 2 e não 1 como fiz), manteiga de cacau ou coisa do tipo e luva impermeável. Sim, porque apesar de ter levado, minhas luvas molharam e num determinado momento estava quase que a mesma coisa ficar com ou sem e te digo, queima de tanto frio, é horrível! Por sorte já estava chegando em Roncesvalles. Uma outra coisa que pode facilitar as coisas é usar um boné com a capa de chuva, ele ajuda para que a capa não fique caindo no rosto, afinal, as capas são tamanho único e mesmo fazendo os ajustes com o elástico fica folgado, pelo menos em mim ficou.

Neve Neve Neve

Chegando na cidade fui à Oficina dos Peregrinos, carimbei a credencial e paguei 6€ pela estadia no albergue local. O albergue é enorme, um grande salão com não sei quantos beliches. Conheci mais 2 brasileiros, Regina e Paulo de Goiânia, muito gente boa! Fui jantar com eles e dividimos a mesa com mais 3 peregrinos canadenses. No Menu Peregrino foi servido Macarrão, Peixe frito com batata frita (devo dizer que o peixe estava espetacular!), iogurte de sobremesa e vinho. Na saída do restaurante reencontrei o pessoal do avião.

Regina e Paulo na frente e os 3 canadenses

À caminho da igreja encontrei Zanza e José Carlos também, ele torceu um dos joelhos na descida para Roncesvalles, ela disse que ficou bem apreensiva porque não conseguia levantá-lo. Imagino o desespero que não foi, realmente, com a chuva o lugar estava pior do que deve ser quando seco. Ela é massagista e vai ver o que dá para ser feito para que eles continuem a caminhada. Me lembrei de um cara que, pelas roupas, parecia ser ciclista, já batizado por mim de ciclista maluco, enquanto passava pela descida com todo cuidado já que além de super íngreme estava derrapando com o solo lamacento, ele passou correndo a milhão, fiquei sem entender, mas tudo bem.
Esperei um pouco até o início da missa com a bênção especial aos peregrinos. Tinha ouvido falar muito dela, mas, sendo bem franca, não achei nada demais. Mas, de fato, apesar de pequena, a igreja é bem bonita, sem contar que um dos padres que parece com Dom Geraldo Magela. Haviam peregrinos de tudo quanto é canto do mundo. Os japinhas que tinha visto mais cedo no albergue, mas que achei serem coreanos porque falavam como Sun de Lost, eram de fato coreanos isso porque imagino que o padre só fala o nome dos países que tem peregrinos lá representando. O detalhe é que, na hora final da missa quando o padre chama os peregrinos para a tal bênção, faltou luz, mas tudo bem, tinha uma vela acesa lá e deu tudo certo.

A missa dos peregrinos

Enquanto atualizava o blog, faltou luz novamente (e mais 1 ou 2 vezes depois). Olhei ao redor e vi que um grupo de japinhas estava com um notepad bem pequenininho. Lembrei de Adriana que perguntou se não ia trazer um para cá e achei meio piada, mas um daquele tamanho até que era uma boa.
Quando me arrumava para dormir, comentei com Regina o que houve com as minhas luvas, acho que acabei esquecendo elas na Oficina dos Peregrinos pois as tirei já que estavam molhadas, ela me disse que tinha trazido um par extra e acabou me dando o par que não estava utilizando.
Comprei no albergue mesmo um outro protetor auricular, esse era um pouco diferente pois não era tão macio e molengo como o outro, era feito do mesmo material daqueles espaguetes que são utilizados em piscina, o mesmo material que, mais cedo, Paulo havia comentado que era bem melhor para evitar ruído.
Diferentemente de ontem, hoje senti dor nos joelhos, também, com aquelas subidas e descidas medonhas não tinha como o coitadinho ficar intacto. Além disso, a tal perna fraca e dor no quadril, a mesma sentida ontem.

O albergue

Uma coisa bem bacana desse albergue é que, na hora de dormir, eles colocam uma música e a Ave Maria para sinalizar que vão apagar as luzes, gostei bastante, nada abrupto.
A noite passei frio que só foi resolvido quando fechei o saco de dormir praticamente todo deixando só o nariz de fora, isso porque tentei fechar tudo, mas com o tempo ficava ruim de respirar. Graças ao novos protetores auriculares, não sofri com os roncos, pelo menos isso.

Anúncios

16 Comentários

  1. Fatinha said,

    03/05/2010 às 13:50

    Muito bem Carlota! Estou torcendo….O Andre esta ai com vc? Bjosss Fatinha

    • Carla said,

      05/05/2010 às 13:08

      Ele não veio não. Estou aqui by myself mesmo, mas cercada de peregrinos de vários locais do mundo.

  2. Sergio Mariano said,

    03/05/2010 às 14:58

    Oi, Peregrina!
    A Inês me falou do “blog” e cá estou eu me deliciando com os seus “posts”.
    Não sei se será bom para vc, mas, caso queira, envolva os dedos mindinhos e o dedão com “Micropore” e passe “Vick Vaporub” nos demais dedos e em todo o pé, até o calcanhar. Pare e tire as bostas sempre que algo começar a dar algum sinal. Não espere muito, pois normalmente é aí que as bolhas dão o “ar de sua graça”!! :o))
    ¡Buen Camino!
    Sergio Mariano
    “Aprendiz de Peregrino”

    • Carla said,

      05/05/2010 às 13:10

      Valeu, Sérgio!
      Pode deixar que estou prestando atenção.
      Como disse no post, falta de tempo e dinheiro para a net cara daqui fazem com que escreva a viagem em detalhes apenas quando retornar.

  3. Sergio Mariano said,

    03/05/2010 às 15:00

    Desculpe-me o ato falho de digitação!!!
    Eu queria escrever BOTAS!!!

  4. André said,

    03/05/2010 às 17:42

    Poxa, fiquei com inveja… nunca vi neve

    • Carla said,

      05/05/2010 às 13:11

      Uma coisa te digo, foi legal, mas nem de longe foi o ideal.
      Vc sabe que AMO frio, mas desde que esteja com roupas apropriadas o que definitivamente não é o caso de agora =/

  5. Adri !!! said,

    04/05/2010 às 11:19

    Bonjour peregrina brasileira !!!!!
    Firmeza ai que aqui no Brasil estamos torcendo mto..
    E olha só !!! Escreva suas histórias sim, nada de escrever só metade.. tenho outra estrategia, escreva no word primeiro (que ele salva !!!!) depois copie e cole..hehe.. mas não nos deixe ofãs das risadarias !! Eu me divirto mto !!
    Bjs e mta boa sorte !!!

    • Carla said,

      05/05/2010 às 13:12

      Minha filha, não é assim que as coisas funcionam…
      Se puder fazer isso com meu caderninho, beleza, mas entrar no Word ou no Blog é o mesmo valor, relaxe, olha a ansiedade =P

  6. ines AACS said,

    04/05/2010 às 15:26

    Salve, menina! Que bom! posso passar seu blog para outros peregrinos p/ acompanharem seu caminho? Vai dizendo os preços dos albergues e refeiçoes se está tudo muito cheio ou nao p/ que sirva de referencia a quem está indo, ok? Estou adorando.Beijos peregrinos,luz e paz,Ines

    • Carla said,

      05/05/2010 às 13:14

      Oie, Inês.
      Claro que pode, mas assim, está complicado entrar nos detalhes, mas quem quiser perguntar alguma coisa eu respondo. Depois escreverei nos miiiiinimos detalhes. Adicionei os gastos já que falou da noção de preço. Beijos

  7. maria said,

    05/05/2010 às 10:22

    Oi Cau,
    Que bom ter notícia sua. Fico torcendo para tudo dar certo.Fique com Deus.
    Mynce apareceu onten a tarde. Mais magra que antes.Beijos

    • Carla said,

      05/05/2010 às 13:15

      Ae, Mommy!
      Que bom que ela já apareceu, oh gata rebelde, afff
      Cuide dela direitinho. E sim, é MINSY! Vc sempre escreve errado hehehe =P
      E sim, apesar do frio monstro eu estou viva e bem.
      Beijos

  8. Fernando said,

    07/05/2010 às 4:33

    Salve Carla…parabéns, Inês indicou seu blog…estamos torcendo por vc. Paz e bem…Fernando e Laura…dia 18 estaremos por aí, esperemos sem tanto frio..

  9. Clara said,

    08/05/2010 às 14:53

    Neve!!!! Yes!!!!
    Quem diria, vc conseguiu fazer um lost objetivo, com alguns comentarios! Isso eh legal!!!
    Beijos, se cuide!


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: